Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

CONFISSOES DE TOKIO HOTEL

SERA K ESTES RAPAZES GIROS SAO UNS ANJINHOS  SERA K JA PECARAM ???

K ME......  TERAO FEITO ???

AQUI VAI XD DESCULPEM A ASNEIRA

 

Bravo: Uma das vossas músicas é "Beichte" que significa "Confissão". Honestamente: Quando foi a última vez que se confessaram?
Bill: Actualmente eu sei que isso é so nos filmes. Mas eu adorava ir confessar numa igreja.
Tom: Eu nunca fui a uma confissão. E se alguma vez fosse, eu iria dizer alguma coisa maluca para chocar o padre.

-> Bravo: Vocês estão limpos (de pecados) ou são demasiado urbanos que não precisem de ir a uma igreja confessar?
Bill: Nós não somos nenhuns anjos. Mas você conhece alguém que seja sempre bom? Toda a gente comete erros. Apesar de tudo, nós somos apenas humanos e cometemos pecados e queremos ir para o céu.

-> Bravo: Acreditam em Deus?
Bill: Não acredito muito.
Tom: Nem eu.
Gustav: Eu admito que acredito mas eu raramente vou à igreja. Costumo ir no Natal com a minha família.

-> Bravo: Qual foi o maior pecado que já cometeram?
Tom: Há um tempo eu roubei as chaves do carro do meu padrasto. Eu estava a guiar com os meus colegas num Renault Clio. Isto passou-se na nossa vila, lá não costuma haver muitos carros a passar mas, infelizmente, eu despistei-me e fui contra uma árvore e amolguei o carro. Eu nunca lhe disse nada. E o meu padrasto ainda hoje pensa que foi alguém que foi contra o carro dele. Bem, sim, até hoje...

-> Bravo: Não tens remorsos?
Tom: Eu apenas tentei não pensar nisso mas nalguns momentos eu não conseguia parar esse pensamento e eu gostava de o ter dito a alguem. Por isso, talvez a confissão seja uma boa ideia...

-> Bravo: Georg, já fizeste alguma coisa errada?
Georg: Uma vez eu tive uma discussão com um amigo meu. Eu tinha 8 anos. Ele estava a correr e eu atirei um pau para ele. Eu não era forte o suficiente e então o pau bateu num Mercedes. Eu corri para casa e escondi-me no meu quarto. Depois disso eu estava sempre com medo de sair de casa, durante 3 dias. Mas nunca ninguém falou sobre isso.

-> Bravo: E tu, Bill?
Bill: Há uns tempos eu fui com um colega meu a um lago mas não tínhamos dinheiro nenhum. Entao nós fizemos um teste de bravura: Quem aguentasse mais tempo dentro de água era o vencedor. Apostamos montes de coisas. Eu fui o último. Finalmente, veio ter comigo um empregado de mesa ter com o Bill [o Bill pisca o olho neste momento] e disse-lhe que tinha que ir à casa de banho. Eu peguei nas minhas coisas e fui-me embora. Eu estava muito assustado.

-> Bravo: E tu, Gustav?
Gustav: Hmm... Eu fiz algumas coisas no passado... Uma vezes eu estava com mum amigo e estávamos muito aborrecidos... encontramos um cãozinho a pilhas e puzemo-lo em cima de um monte de revistas. Depois puzemos isso em frente da porta de uma pessoa e puzemos o cão a arder. Depois corremos e ficámos a observar. Veio um homem abrir a porta e encontrou aquilo tudo a arder, depois ele começou a saltar em cima daquilo. O fogo, como é claro, apagou-se mas o senhor tinha o sapato todo estragado. Foi muito divertido!

-> Bravo: Já alguma vez vocês lutaram com alguém?
Tom: Nós estamos sempre a lutar com o Bill...
Bill: Na quarta classe eu fiz uma espera a um rapaz da terceira calsse. Aquilo foi feio! Ele perdeu um dente!
Georg: Há pouco tempo, durante uma dança 'pogo' eu bati sem querer na cara de um rapaz. Depois ele começou a chorar com dores.
Gustav: Eu não luto, a violência não me interessa de maneira nenhuma.
Bill: Hey! Isso não é verdade! Eu já lutei com o Gustav, há pouco tempo.

-> Bravo: E porque foi ?
Bill: Nós só estávamos apenas na brincadeira mas começou-se a tornar uma coisa séria...
Gustav: O Bill começou a "bater-me" quando eventualmente ele é que bateu com a cabeça no chão. Ele olhou para mim com uns grandes olhos, e disse-me "BASTA!". Quando eu o deixei sair ele começou-se a precipitar.
Bill: Sim, vocês devem ter cuidado comigo porque eu precipito-me com toda a gente. E eu também já lutei com o Georg...

-> Bravo: Vocês bebem álcool?
Gustav: Eu não gosto.
Bill: Quando ele vem ter comigo, eu devo dizer que o fiz há pouco tempo. Mas eu sou absolutamente contra as drogas. Eu nunca experimentei nenhum estimulante ilegal.

-> Bravo: Quando foi a primeira vez que beberam álcool?
Bill: Foi no "Dia dos Rapazes". Nós celebrámos isso em Magdeburg no "Dia do Pai". Todos os rapazes se encontram e depois bebemos o dia todo. Eu fiquei bêbado e não conseguia andar...
Georg: Ele estava a ir contra tudo e toda a gente se ria dele.
Bill: E depois? Foste tu que ficas-te todo romântico e que só querias beijar!

-> Bravo: Vocês escondem revistas para adultos debaixo das vossas camas?
Georg: Porque esconder debaixo da cama? Eu tenho-as em cima da minha secretária.
Bill: Não, nós não precisamos disso.

-> Bravo: Alguma vez vocês viram algum filme para adultos?
Bill: Claro. No meu computador eu tenho o meu favorito - um com a Paris Hilton com o papel principal. E o filme com a Pamela Anderson e o Tommy Lee também é bom.

-> Bravo: Os vossos pais sabem disso?
Georg: Claro.
Tom: Eu acho que eles sabem que todos os teenagers vêm, pelo menos uma vez, um filme para maiores de 18.

-> Bravo: Já alguma vez os vossos pais vos apanharam numa situação "escaldante"?
Tom: Os pais de uma namorada minha viram-nos aos beijos. Mas eles já sabiam que namorávamos, por isso...

-> Bravo: Quantos corações vocês já 'partiram'?
Bill: Nós nunca o fazemos de propósito! Mas nós sabemos que algumas das nossas fãs estão tristes porque nao podem estar connosco. Nós pedimos desculpa, mas é assim que tem que ser. Nós não podemos fazer toda a gente feliz. Mas nós não queremos magoar nenhuma rapariga. A sério.

-> Bravo: Vocês mentem?
Bill: Eu faço-o frequentemente. Eu consigo mentir muito bem e nem toda a gente o consegue fazer.
Tom: Eu também minto.

-> Bravo: Quando foi a última vez que mentiram?
Georg: Eu menti aos meus pais sobre os meus testes da escola.
Bill: Eu nunca fiz isso. Eu sempre mostrei os meus testes à minha mãe e eu estava sempre a queixar-me dos meus professores. E ela aplaudiu-me quando eu disse que ía melhorar. Mas na escola eu estava sempre a mentir.

-> Bravo: Quando ?
Bill: Se eu me esquecesse dos meus trabalhos de casa ou se chegava atrasado. Eu não tinha problemas com as desculpas.
Gustav: Eu sempre tive boas relações com os meus professores.

-> Bravo: Alguma vez copiaram alguma coisa na escola?
Bill: Uma vez eu e o Tom tínhamos que preparar um projecto sobre a pena de morte. Nós copiamos tudo da internet. Era um projecto de uma rapariga que tinha uma excelente nota na escola. Tivemos uma boa nota porque os professores gostaram do trabalho. Tivemos sorte.
Gustav: Ach, escola... Uma bonita candidata para ter aulas de matemática...
Georg: Eu acho que no geral todas as professoras devem ter 20 anos, devem ter curvas e ser loiras!

-> Bravo: Por falar em loiras - a segunda música é "Schwarz" (preto). Qual é o significado?
Bill: Fala sobre o nosso choro. Durante o último ano nós tivemos muitas experiências: o sucesso do nosso álbum, todos os artigos na Bravo. Muitos eventos, mas o que está à nossa espera? É apenas uma noita escura - nós não sabemos o nosso futuro. E é sobre isso que nós falamos.

-> Bravo: Isso soa a medo, mas eu espero que não vejam assim o vosso futuro, todo preto.
Tom: No, é só porque o nosso futubo não é certo. Estamos a olhar para a frente e a ver tudo o que vai acontecer. Eu também espero que não seja assim tão mau.

-> Bravo: Mas há alguma falta de optimismo...
Bill: Eu sou um pessimista. Eu preocupo-me com tudo.
Tom: O pessimismo não é assim tão mau. Um homem que tenha uma espectativa muito grande e depois não acontece já não fica desapontado.
Bill: Como seja, eu vou tentar ser mais optimista.
Tom: Eu também. O optimismo faz com que a vida seja mais fácil. Os meus amigos têm que ser optimistas. Eles não me podem deitar abaixo. É por isso que eu gosto de pessoas alegres.

-> Bravo: O que vos deixa chateados?
Georg: O óbvio: os maus tratos aos animais!
Tom: Isso também me deixa triste. Eu tenho muita pena de todos esse esses animais. Eu gostava de vir a ser vegetariano.
Bill: Eu também. Os animas não se conseguem defender. Eu normalmente pergunto-me, porque é q as pessoas os mal tratam? Porque é que eles não se põem no lugar deles?
Georg: Eu chateio-me asério com essas pessoas.

-> Bravo: Há alguma razão que vos faça odiar alguém?
Georg: Se alguém matasse alguém da minha família.
Bill: Se alguém tratasse mal pessoas que gosto ou se as tratasse mal - depois eu apenas gostaria de o matar


BEM PELOS VISTOS ESTES MOCOS NAO SAO ANJINHOS NENHUNS PELO O CONTRARIO ELES SAO TERRIVEIS

I FEEL..: APAIXONADA PELO O TOM PODE SER
publicado por mooson às 20:36
link do post | TOCA A COMENTAR SFF | favorito

.MAIS SOBRE ANGEL OF MIGHT

.RECENEMENTE ....

. Agenda dos tH

. discriminacao emo ??? Na...

. santuario dos tokio hote...

. passatempo tokio hotel

. HEY DIA 1 DE SETEMBRO VE...

. O QUE SENTENTEM UM PELO O...

. PERGUNTAS INTERRESANTES E...

. PERGUNTAS DE FAS HEHEHE I...

. CONFISSOES DE TOKIO HOTEL...

. COMO SE ACHAM ELES PROPRI...

. videos xD

. k tipo de raparigas ker o...

. ...

. entresvistas ao tokio hot...

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.arquivos

. Agosto 2008

.PICS

blogs SAPO

.subscrever feeds